Inicial / Diversos / Dia 21/09: 17 estados aderem à paralisação nacional dos policiais civis

Dia 21/09: 17 estados aderem à paralisação nacional dos policiais civis


example1

A COBRAPOL e suas entidades filiadas convocam todos os policiais civis do País para aderirem à paralisação nacional da
categoria, que tem início às 8h da manhã do dia 21/09 (quarta-feira) e se estende até às 8h do dia 22/09 (quinta-feira). Até o momento, 17 estados já confirmaram a adesão à atividade, após a realização de assembleias-gerais convocadas pelos sindicatos.

Neste período, as delegacias funcionarão apenas para flagrantes e emergência. O registro de ocorrências e as investigações estarão suspensos. Às 24 horas de paralisação é contra o pacote de maldades do Governo Temer que retira direitos e conquistas dos servidores públicos. Entre os principais textos nefastos em tramitação no Congresso Nacional estão a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016 – que congela todos os gastos primários (de onde saem os recursos para o pagamento de pessoal) por 20 anos, período em que o dinheiro economizado será canalizado para o pagamento da dívida pública, que atualmente consome quase metade do orçamento do país. Esse texto também retira recursos que seriam destinados atualmente em áreas como educação, saúde e segurança pública, por exemplo.

Outra proposição igualmente perigosa é o Projeto de Lei da Câmara (PLC-Complementar) nº 54/2016 – oriundo do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257 – que ao limitar o crescimento anual das despesas primárias correntes (o que inclui a folha de pagamento) à variação da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços do Consumidor Amplo – IPCA, torna inviável a concessão de reajustes salariais e mesmo a abertura de novos concursos públicos. A matéria já foi aprovada na Câmara e tramita com bastante agilidade no Senado Federal.

Veja Também

Estudo do IPEA diz que políticas de segurança pública do Brasil estão na contramão de programas internacionais

Os especialistas, que lançaram uma coleção de artigos pelo Instituto de Pesquisa, Econômica Aplicada, afirmam …